Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

the first day of my life.



life is an adventure in forgiveness.


Domingo, 17.02.13

#15

Nunca pensei vir a gostar tanto de ti... mas às vezes pequenas brincadeiras levam a coisas sérias. Acho que não há uma maneira certa de te dizer o que sinto, sem que tu te afastes. Uma parte de mim quer-te longe, de forma a que este sentimento não cresça, de forma a que não estraguemos a nossa amizade, mas outra parte quer-te perto, não só pelo facto de sentir algo por ti, mas sim também pelo facto que em pouco tempo te tornaste importante para mim. Foi pela tua forma de ser, pelo facto de às vezes me irritares, mas momentos depois fazeres com que voltasse a ficar bem, foi pelas palavras ditas e não por uma aparência... foi por tudo isto que comecei a ver-te mais do que um amigo. Eu disse para mim própria que não me iria apaixonar, tentei enganar-me ao dizer que só te via como um amigo... mas só tentei. No fundo sabia que era algo mais, e dói. Dói saber que não é correspondido. Dói saber que me iludi. Dói saber que por causa de um 'sentimento estúpido' vou perder um grande amigo. Não é que queira, mas é a saída mais fácil para que este sentimento não cresça. Fuck boys, fuck love. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por inês oliveira às 21:19



Sobre mim

foto do autor



contador de visitas